segunda-feira, 30 de março de 2009

TIPOS DE CÉLULAS

CÉLULA BACTERIANA (PROCARIÓTICAS)

É o tipo de célula mais simples que existe, porém executa todas as atividades fundamentais para a manutenção da vida.

É envolvida por uma membrana plasmática, que além de delimitar a célula, regula a entrada e a saída de substâncias e mantêm a concentração de substâncias constante. Externamente à membrana plasmática, as bactérias possuem uma parede celular rígida.

O espaço interno é ocupado pelo citoplasma, onde além do líquido citoplasmático (citosol), encontramos grânulos de ribossomos espalhados por todo espaço interno e uma única molécula circular de DNA, que constitui o cromossomo da célula. Note que a célula bacteriana não possui envoltório nuclear (carioteca) e seu cromossomo fica disperso no citoplasma num local denominado nucleóide. Portanto as células das bactérias e cianobactérias (Reino Monera) não possuem núcleo diferenciado nem organelas membranosas no citoplasma e são denominadas células procarióticas.



CÉLULA ANIMAL (EUCARIÓTICA)

Como todas as células, a célula animal é delimitada por uma membrana plasmática, de constituição lipoprotéica, que seleciona a entrada e saída de substâncias e delimita a célula.

Seu citoplasma é banhado pelo citosol (ou hialoplasma), onde estão mergulhadas todas as organelas citoplasmáticas, entre elas, o retículo endoplasmático, o complexo golgiense, os lisossomos, os vacúolos digestivos, os peroxissomos e as mitocôndrias.

O material genético (cromatina) fica delimitada por uma membrana nuclear (carioteca). Além da cromatina, a carioteca abriga também o nucléolo, corpúsculo esférico e denso rico em RNA ribossômico e proteínas.


CÉLULA VEGETAL (EUCARIÓTICA)
Embora semelhante à célula animal, quanto às estruturas e ao funcionamento, as células vegetais possuem algumas diferenças importantes, como:

Presença de uma parede celular espessa e resistente, constituída por celulose que reveste a célula, externamente à membrana plasmática, que dá sustentação e proteção mecânica à célula vegetal.

Presença nas células vegetais de uma organela denominada cloroplasto, que contém no seu interior um pigmento verde denominado clorofila. Este pigmento capta a energia luminosa e transforma-a em energia química num processo denominado fotossíntese.

No interior do citoplasma, as células vegetais, podem possuir um vacúolo central que pode ocupar boa parte do volume celular. Este vacúolo é revestido por uma membrana semelhante à membrana plasmática e atua como depósito de substâncias na célula, além de participar do controle de trocas de água entre a célula e o meio extracelular.

2 comentários:

layane disse...

adorei esse site me ajudou muito no trabalho de biologia!!!

angellyka disse...

parabéns pelo site. graças a ele eu consegui fazer o trabalho de biologia... agradeço a esse site.